sábado, março 12, 2011

Bem.

Faz de conta que tudo que ela tinha não era de faz de conta.
                                                 Clarice Lispector

Hoje acordei com sede de ser feliz.
O necessidade de ser estava a me consumir a noite inteira
Entre sonhos e lembranças.
Faziam-me acreditar que ao amanhecer
Tudo estaria bem. Devidamente.
Eu acreditei, e agora com toda essa felicidade em mãos
Deixa-me ser então. 


5 comentários:

Nine disse...

Quando acordamos assim, parece que o mundo inspira-nos novidades, que à séculos se pintam à nossa frente...
Parece que seria impossível ser o que éramos antes, agora que todas essas novidades se expõe...
Ah, os dias que nos impelem a sermos novos, e outros!

Adorei o seu blog também.

beijO

sawuelbruno™ disse...

Estou Seguindo !!
gostei muito desse Blog, textos bem interessantes,
passarei sempre por aqui pra acompanhar as postagens e atualizaçoes, ;)

voce esta de Parabens pelo Blog :)
Att,
sawuelbruno™

http://sawuelbruno.blogspot.com/

Leonardo Teófilo disse...

Isso ai Dona Thaís, continue postando loucamente :D
Taddy parabéns!

Beijo []

Lorena Alves disse...

Um dia ainda quero acordar com sede de ser feliz.
Amei o seu blog.
estou seguindo e se nao fosse incomodo, gostaria que seguisse o meu tambem...

www.lugardistante.blogspot.com
um grande abraço.

Yohana SanFer disse...

belo post e blog, gostei de conhecer!

Postar um comentário